quarta-feira, 7 de abril de 2010

Mais Um Crime "dos Intocáveis Bons Aliados" e Outros Assuntos



Já outrora nos salvaram... dizem alguns. Já outrora nos "libertaram" das "bestas racistas" que se queriam apoderar do mundo (e que tal dizer-lhes que passados 20 anos os negros do seu país não tinham quaisquer direitos, nem sequer sentarem-se no mesmo autocarro dos brancos?...). Mas não vamos dizer-lhes. Porque eles são, afinal, os nossos "salvadores" - e onde até os criminosos de guerra passam por heróis.

Por isso não me admirei mesmo nada do que todos poderam ver aqui. Os EUA são muito grandes. E poderosos. Umas grandes bestas e poderosamente cobardes! Sim, porque é tão "terrorista" e "cobarde" o que leva bombas em volta da cintura ou em mochilas para provocar vítimas civis como os que bombardeiam indiscriminadamente e que provocam as mesmas (ou muito mais) vítimas - mas que,neste caso, passam a ser "danos colaterais"!

EUA: realmente muito grandes e muito poderosos. Grandes assassinos e poderosamente impunes!!!



Por isso há quem queira controlar, sanear, censurar, quem contesta este tipo de "política". Por isso há quem queira "ridicularizar" ou simplesmente "rotular" ou "descredibilizar", os que lutam pela verdade histórica. Mas nós gostamos de insistir... e de lhes fazer frente. À nossa maneira.

No Revisionismo em Linha gostamos te lutar pelo equilíbrio da balança. Gostamos de divulgar aquilo que, de outra forma, nunca ficaria disponível no "circuito normal" da informação e do conhecimento.

Tanto com estas (e outras) publicações, como com algumas notícias que nunca farão a abertura dos telejornais, gostamos mesmo é de ser IMPERTINENTES! E quando se preocupam connosco, é sinal que estamos a incomodar alguém...

3 comentários:

Diogo disse...

É o Holocausto Iraquiano a que se está a seguir o Holocausto Afegão e a que se seguirá o Holocausto Paquistanês e por aí fora.

Stefano disse...

faltou citar as criminosas invasões dos EUA na AM.LATINA!!
EUA ker AM.Latina como sua escrava... ép por isso ke condena Cuba

Stefano disse...

Os EUA tiveram relações dúbias com as "Bestas Racistas"!!! Pergunte ao Klaus Barbie e Reinhard Gehlen!