quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Ex-Bispo católico nega a existência de câmaras de gás

Richard Williamson, bispo católico excomungado pela Santa Sé, licenciado em Literatura pela Universidade de Cambridge, reitor de dois seminários e outras coisas mais que só lhe rendem credibilidade teve a coragem de afirmar diversas vezes, uma delas a entrevista que aqui reproduzimos, que "nenhum judeu foi assassinado em câmaras de gás", que "não existiam câmaras de gás" nos campos de concentração nazis e ainda que um número realista de óbitos judeus se estimaria entre as 200.000 ou 300.000 vítimas.


2 comentários:

ascendens disse...

Bom dia,

Devo dizer que Mons. Williamson não é um "ex bispo católico", é um bispo católico que pertence a uma sociedade chamada FSSPX e que está em conflito com Roma (Vaticano). Os motivos fundamentais da divergência é que a FSSPX, fundada por Mons. Lefebvre, acusa os "Romanos" de terem introduzido uma anti-doutrina dentro da Igreja Católica, e pedem a correcção do dramático facto de os actuais católicos acabarem ignorantemente por professar quase uma oposição à mesma Doutrina. Este drama é muito discreto mas é muito mais explosivo e consequente do que se possa imaginar.

Mediante tudo isto Roma acabou por usar de metodologias infelizes, inclusivamente activar um processo de excomunhão, com o intuito de cortar todas as possibilidades à FSSPX, caso não ficasse provado que juridicamente o decreto de excomunhão era por si nulo segundo a própria lei canónica. Actualmente, já com Bento XVI, Roma tentou fazer desaparecer o decreto de excomunhão promulgando um outro decreto onde reabilitaria os afectados pelo decreto anterior em vez de ter de reconhecer o escândalo de, durante décadas, ter usado contra a FSSPX um decreto nulo mas com danos sociais bastante grandes.

Peso para que então retirem o "ex" do bispo, por favor. Obrigado.

(De fonte segura)

Obrigado. =)

Johnny Drake disse...

Obrigado pela sua passagem no nosso espaço. Espero que possa continuar a acompanhar-nos.
Quanto à questão do "ex-bispo", apenas coloquei o "ex" exactamente pela atitude da Igreja Católica perante ele, ou seja, após a sua excomunhão (ou tentativa de)...
O sentido do texto e toda a polémica em sua volta é, em si, muito mais importante... ;)