segunda-feira, 31 de março de 2008

Líder Alemão de Partido Nacionalista Acusado de ‘Incitamento’

O líder do principal partido de extrema-direita alemão foi acusado de incitamento e difamação por, supostamente, ter publicado um panfleto antes do Mundial de Futebol de 2006 em que defendia que os jogadores que não eram brancos deveriam estar no seu país de origem. A acusação partiu de Simone Herbeth que, numa declaração, referiu que Udo Voigt, do NPD, tinha sido acusado de incitamento e difamação por causa desses panfletos. [leia a notícia na íntegra]

1 comentários:

VML disse...

Não foi bem isso, o folheto dizia mais ou menos o mesmo que disse o Le Pen sobre a equipa francesa, que tinha muitos jogadores de origem não-nacional, o que é um pouco diferente de, supostamente, dizer que "os jogadores que não são brancos devem estar no seu país de origem" como se refere aqui no texto.