segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Mais Um Exemplo da Verdadeira Liberdade de Expressão (III)

Estes últimos dois 'posts' mostram bem como os pesos e as medidas podem ser tão diferentes. Pior do que ser pedófilo ou assassino, traficante de droga ou ladrão, é duvidar de um facto histórico. Reparem que em nenhum dos casos se defendeu qualquer regime ou sistema político. APENAS DE QUESTIONOU ALGO QUE É NORMAL QUALQUER PESSOA PODER QUESTIONAR E/OU DUVIDAR. Faz parte da essência do Homem procurar saber como se fazem as coisas. Faz parte da essência do Homem ter curiosidade em como se passaram as coisas. Se o podemos fazer PARA TODO O RESTO PORQUE NÃO O PODEMOS FAZER PERANTE HOLOCAUSTO?!!!!

Podemos acreditar em OVNIS - HÁ TANTOS TESTEMUNHOS!!!! - mas ninguém é multado ou preso por acreditar ou não, por falar sobre isso, por escrever a defender a sua veracidade ou a sua falsidade!

O mesmo se passa com Deus. Podemos duvidar da sua existência porque actualmente já ninguém vai para a fogueira por causa disso! José Saramago chamou "filho da puta" a Deus no seu mais recente livro "Caim" e as pessoas, no máximo, só poderão criticar as palavras e a atitude mas ninguém o vai multar ou prender! É a sua "liberdade de expressão" que funcionou. Goste-se ou não.

Vamos a um caso muito recente passado em Portugal: Maitê Proença utilizou a sua "liberdade de expressão" para ridicularizar a História e o povo Português - e depois veio dizer que era só "humor e vontade de brincar porque eles no Brasil brincam muito e com tudo".

E a pensar também na minha liberdade de expressão e de informação, resolvi colocar aqui uma das muitas respostas que encontrei na Internet:

"Cara Maitê,

Acabei de ver o teu vídeo a pedir desculpa aqui à malta de Portugal!!
Tudo jóia miúda.. já vi que és uma garota "légál" e brincalhona, por isso, sei que não levas a mal se te tratar por tu...já somos amigos!!
Sabes que há uns anos atrás, quando te vi pela primeira vez, soube logo que tu tinhas dois avôs portugueses!! Essa tua beleza tinha de vir de algum lado né?
Neste momento sinto-me envergonhado de nós (Portugueses) termos ficado tão ofendidos com aquele documentario!! Afinal de contas, o pessoal brazuca é show de bola.. é sempre em festa!! Qual é o problema de um grupo de brasileiras brincarem e gozarem com "gajos" como o Camões e o Vasco da Gama, escarrar para um lago de um Mosteiro que é património mundial, deitar a baixo uma pessoa que não sabia resolver um problema no computador, que pelo que entendi, tu também não sabias resolver ... qual é o stress?? Na boa, tudo "légál", show de bola garota...

Sabes o que me lembrei???
Até era giro a malta combinar, tu falares com esse teu amigo camera man e fazemos o seguinte: Eu levo daqui o Rui de Carvalho (um conceituado actor aqui de Portugal) aí ao Brasil e a malta faz um filme caseiro com este guião:

1º Filmamos o Rui a mijar para os pés do Cristo Redentor e a fazer um V de Vitória como que a afirmar : "estou-te a mijar para os pés e tu não podes fechar os braços para me impedir... estás a ver quem manda ó 7ª maravilha do mundo??"

2º Outra imagem era o Rui num restaurante a fazer o seguinte pedido: "Oh garçon, arranja-me aí uma dose de Presidente recheado com arroz de coentros (caso não tenhas entendido ele iria pedir Lulas recheadas)..."

3º Também era "légál", o Rui gozar um bocado com a vossa história, mas infelizmente, não vai dar porque não é fácil encontrá-la... Espera lá! Já sei... arranjamos um barco e o Rui veste-se de conquistador Português a desembarcar no posto 9 em ipanema gritando o seguinte: "quem sois vós minhas popozudas de fio dental?? e vós seus boiólas de sunga?? Que estaides a fazer assim vestidos na terra que eu descobri??? ide-vos vestir e de seguida ide trabalhar para os campos a apanhar cana de açúcar que é para isso que vocês servem!! (esta é show, não é Maitê??)

4º Para acabar, o Rui faz um discurso à frente da estátua do Pélé a dizer: "sabem para que é que este "preto" era bom?? para limpar os escarros que os vigaristas dos brazucas mandam para os lagos dos nossos mosteiros lá em Portugal!"

Vôcê curtiu a ideia Maitê??? Pensei que seria falta de respeito e de educação fazer uma coisa deste género de um país que não é o meu, mas afinal, é uma coisa normal como tu dizes.. é brincadeira.. isto há brincadeiras do carago (como se diz no norte cá da terra)!

Ah é verdade... muito importante...Depois vendemos isto à rede Globo e eles transmitem isto em horário nobre... Aposto que o Brasil vai ficar inundado em lágrimas de tanto rir!! Afinal de contas como tu disseste, o povo brasileiro, é muito brincalhão! De certeza que vai aceitar que um "manézinho" vá aí à tua terra gozar com a tua pátria!!

Um beijo pá..

E aparece mais vezes cá em Portugal. Tenho uma brincadeira que adorava fazer contigo, mas não te conto agora... pronto está bem, eu conto... era esfregar 3 pasteis de nata (aqueles que tu comeste) na tua cara!! Deve ser mesmo o teu género de brincadeira... afinal de contas tu és tão bem humorada! É verdade, traz as tuas amigas do programa porque há pasteis para todas!!

Beijos pá

Nota: Usei o nome de Rui de Carvalho sem qualquer desrespeito à sua pessoa, antes pelo contrário, é um símbolo do nosso país daí ser a pessoa exacta para ironizar esta situação.

Outra chamada de atenção que quero fazer, será o facto de usar a expressão "preto" no ponto 4º. não terá qualquer intenção racial subjacente ...será uma forma de ironizar a desplicência com que Maitê trata de alguns temas. Longe de mim querer magoar qualquer tipo de raça..."

Ofensivo? Xenófobo? Foi a "liberdade de expressão" da pessoa que o escreveu...

Encontrei depois outras formas de "liberdade de expressão" que procuravam criticar o vídeo de Maitê Proença - alguns bastante exagerados, diga-se. Mas... existe ou não "liberdade de expressão" para todos?! Ou é só para alguns?!!!



O meu preferido deixei para o fim:


3 comentários:

Edu disse...

Essa senhora conseguiu o que queria, ganhou uma visibilidade aqui que não tinha há anos, o programa em que ela é uma das apresentadoras nem sequer tem uma audiência tão elevada mas depois dessa palhaçada ela conseguiu que esse episódio fosse bastante comentado.

A rede de televisão que a emprega tem uma história criminosa desde a sua origem, sempre servil aos interesses dos traidores da nação, aos sionistas e a qualquer um que pague bem então ao meu ver não merece audiência nenhuma, porém continua líder nos corações e mentes do “zé povinho”.

Rui de Carvalho estaria seguro fazendo quase todas as coisas mencionadas, o que não falta por aqui são portugueses e gente de todas as nacionalidades que não conseguem fazer a vida nos seus países de origem, vem para cá e ainda falam mal do país, ficam dizendo o quanto era boa a terra natal (se era tão boa então que voltem),dentre eles temos até os que partem para o crime, tenho certeza que aí não é tão diferente, com os brasileiros e outros estrangeiros que ao invés de agradecer a acolhida preferem reclamar e dizer o quanto era boa a terra de origem mas também não voltam, além disso há aqueles imigrantes que engrossam a criminalidade.

Pelados e peladas na praia não tem pudores, não seria a fala de um ator que os faria recuperar a decência.

Estátua do preto Pelé ? Nem me lembre da existência dessa estátua, médicos que salvam vidas , bombeiros e policiais que arriscam a própria vida no cumprimento do dever (e sacerdócio) não ganham estátuas, nem sequer tem seus nomes lembrados, mas o preto Pelé por ter uma ocupação inútil correndo atrás de uma bola ganhou rios de dinheiro e tem praticamente um status de herói.

Não vejo racismo na expressão “preto” se referindo ao Pelé, afinal é o mesmo sujeito que reconhece os filhos que teve com mulheres brancas mas estranhamente sempre teve uma grave dificuldade em reconhecer os filhos que teve com mulheres negras, provavelmente o racista de verdade é ele, fora isso temos as diversas falcatruas em que ele já se envolveu (mas que convenientemente sempre põe a culpa nos malvados “sócios”, ele se diz sempre uma vítima inocente).

Não sei como um sujeito desse tipo pode ganhar uma estátua e muito menos ser considerado por alguns, não só aqui mas em vários países, como uma espécie de herói.

Quando falei que Rui de Carvalho estaria seguro fazendo “quase” tudo aquilo que foi mencionado é porque não seria nada aconselhável mijar nos pés do Redentor, não porque o ator seria espancado por algum patriota ou por algum carola muito ofendido, ele correria sim risco de morte por outros motivos, afinal como você pode acompanhar pela imprensa local e internacional aquela vizinhança tem seus riscos bem peculiares como por exemplo helicópteros abatidos que lhe poderiam cair na cabeça ou outros objetos metálicos menores (diâmetros nominais de 5,56 mm e 7,62 mm via de regra) passando em alta velocidade, o menor dos problemas dos moradores da cidade do Rio de Janeiro seria um português com a bexiga solta.

Johnny Drake disse...

A questão que procurei denunciar e que me revolta bastante foi o facto de que se a situação fosse ao contrário - se fosse um Português a dizer aqui - até o presidente Lula dava uns pulinhos como deu no caso da suposta agressão a uma Brasileira nas Suiça...
Delinquência e gente que diz que "na sua terra é que estava bem" existe, infelizmente em todo o lado. São as abordagens tendênciosas e parciais dos média (todos sabemos quem são os donos da maioria delas...) que devemos continuar a denunciar e a combater.

Saudações

Edu disse...

O presidente molusco é uma desgraça, sabe porque ele ficou tão "revoltadinho" com a suposta agressão ?

Porque a moça em questão era da mesma região do país que ele, o pai dela inclusive é funcionário de um dos políticos cangaceiros da região nordeste do país.

Aliás o presidente molusco, que em tese como presidente deveria governar para o país todo, não esconde o seu ódio ao que ele chama de "elite branca sulista ou elite branca paulista" (por acaso ele fala das regiões mais desenvolvidas do país, sul e sudeste).

E quando aquela anta disse que a culpa da crise mundial era de "gente branca dos olhos azuis" ? No final das contas não deu em nada, mas se ao invés de brancos ele tivesse dito “negros” seria um escândalo.

Está tudo virado do avesso, aqui um homicídio o simples não é nem imprescritível nem inafiançável, no entanto se dissermos algo que ofenda um negro em razão da raça o crime é imprescritível e inafiançável, já temos até o projeto de lei para tornar a negação do holocausto crime; parece que o grande crime num mundo moldado por valores ditados pela comunidade que tem destruído nossa cultura há milênios é ser branco e não querer ser escravo deles e dos outros que são incitados por eles.


Saudações, continue o bom trabalho, o outro lado pode até ser maioria...mas não quer dizer que vamos desistir.