segunda-feira, 15 de março de 2010

O Sionismo Desmascarado: O Rótulo do "Anti-Semitismo" Que Impede Qualquer Crítica a Israel (I)


Se você se satisfaz in ad hominem com ataques (atacar a pessoa em vez da questão) deve estar à espera de receber o mesmo em retorno. As questões relacionadas com o rótulo do “anti-semitismo” são muitas. Inicialmente, a expressão "anti-semita" não passava de um termo impróprio. Era definido como “ódio aos Judeus ou ‘Judeophobia’”. O rótulo do "anti-semitismo" está errado porque nem todos os Judeus são Semitas e muitos Árabes são.

Em 2004, o Congresso dos EUA elaborou o Global Anti-Semitism Review Act [Acto Global de Revisão do Anti-Semitismo]. O Acto define uma pessoa como sendo anti-semita por possuir uma série de crenças. Os meus comentários seguem depois cada um dos 14 itens que, supostamente, revelam anti-semitismo.

1) Qualquer afirmação de "que a comunidade Judaica controla o governo, os média, os negócios internacionais e o mundo financeiro".
De acordo com isto, não importa se a afirmação é verdadeira ou não. A verdade não é um assunto. A simples declaração transgride o Acto. Em si, este facto fornece claras provas do controlo do governo dos EUA.

2) A expressão de "Forte sentimento anti-Israel".
Assim qualquer crítica a Israel pode ser considerada anti-semita. Israel pode mutilar Gaza e escapar às consequências.

3) Expressar uma "Crítica virulenta" aos líderes de Israel, do passado ou presente.

Menachem Begin pode ter conduzido o massacre de Irgun e a expulsão de milhares de Palestinianos, mas é considerado anti-semita dizer isso.

4) Qualquer crítica à religião Judia ou ao seus líderes religiosos com ênfase no Talmud e Kabbala.
É perfeitamente aceitável, como liberdade de expressão, difamar o Islão, mas qualquer crítica ao Judaísmo transgride o Acto. [podem continuar a ler sobre este assunto aqui]

12 comentários:

Stefano disse...

Cara,... até o Big Brother de Orwell sentiria inveja dos "democratas" judeus

Stefano disse...

vejam esse festival de mentiras
http://holocaustobr.blogspot.com/

Stefano disse...

http://latuff2.deviantart.com/art/Prevent-Holocaust-BOMB-IRAN-156994664

Diogo disse...

«1) Qualquer afirmação de "que a comunidade Judaica controla o governo, os média, os negócios internacionais e o mundo financeiro".»

Totalmente revelador de que a América é o ninho da judiaria por excelência.

Stefano disse...

http://pt.wikipedia.org/wiki/Noam_Chomsky#Acusa.C3.A7.C3.B5es_de_anti-semitismo

Acusações de anti-semitismo

O affair Faurisson é o nome de uma grande controvérsia em que Chomsky se envolveu ao escrever um ensaio em defesa da liberdade de expressão de Robert Faurisson, um autor que nega que o Holocausto dos judeus tenha realmente existido. Esse ensaio de Chomsky foi então usado como uma introdução ao livro escrito por Faurisson. Chomsky defendeu Faurisson por causa de suas crenças nas liberdades civis mesmo para aqueles que ele sente que são culpados de "crimes de guerra" e reflete a posição advogada por organizações de defesa da liberdade civil, como a American Civil Liberties Union. Em várias ocasiões, geralmente por causa do affair Faurisson e de suas críticas a políticos israelenses, Chomsky tem sido acusado de apoiar o anti-semitismo, notadamente no livro de Werner Cohn cujo título é "Partners in Hate: Noam Chomsky and the Holocaust Deniers" (ISBN 0-9645897-0-2).[19]

Chomsky respondeu às alegações de Cohn chamando-o de um "mentiroso patológico"..[20] Em 2002, o presidente da Universidade Harvard Lawrence Summers chamou a atenção ao dizer que a "campanha liderada por Chomsky" para que as universidades americanas se afastem de empresas com capital de israelenses "é uma campanha anti-semítica em seus efeitos, se não for em intenção". Os pontos de vista que Chomsky tem expressado sobre estes assuntos tem feito com que, ocasionalmente, seus adversários políticos, pricipalmente alguns eruditos judeus americanos, o acusem de apoiar o fascismo. De fato, Chomsky vê com ceticismo essa campanha embora ele diga que "a compreende e simpatize com os sentimentos subjacentes daqueles que a propõem..[21]

Stefano disse...

sionista imundo irritado com Lula
http://holocaustobr.blogspot.com/2010/03/o-discurso-malefico-de-lula-no.html

Stefano disse...

http://pt.wikipedia.org/wiki/Saramago#Cr.C3.ADticas_a_Israel_e_acusa.C3.A7.C3.B5es_de_anti-semitismo
Críticas a Israel e acusações de anti-semitismo

Um caso que tem tido alguma repercussão relaciona-se com a posição crítica do autor em relação à posição de Israel no conflito contra os palestinianos. Por exemplo, a 13 de Outubro de 2003, numa visita a São Paulo, em entrevista ao jornal O Globo, afirmou que os Judeus não merecem a simpatia pelo sofrimento por que passaram durante o Holocausto… Vivendo sob as trevas do Holocausto e esperando ser perdoados por tudo o que fazem em nome do que eles sofreram parece-me ser abusivo. Eles não aprenderam nada com o sofrimento dos seus pais e avós. A Anti-Defamation League (ADL) (Liga Anti-Difamação), um grupo judaico de defesa dos direitos civis, caracterizou estes comentários como sendo anti-semitas. Segundo as palavras de Abraham Foxman, director da ADL, "os comentários de José Saramago são incendiários, profundamente ofensivos e mostram uma ignorância destes assuntos, o que sugere um preconceito contra os Judeus".

Em defesa de Saramago, diversos autores afirmam que ele não se insurge contra os judeus, mas contra a política de Israel, como, por exemplo, num artigo publicado a 3 de Maio de 2002 no jornal Público, onde, comparando o actual conflito com a cena bíblica de David e Golias, o autor diz que David, representando Israel, "se tornou num novo Golias" e que aquele "lírico David que cantava loas a Betsabé, encarnado agora na figura gargantuesca de um criminoso de guerra chamado Ariel Sharon, lança a "poética" mensagem de que primeiro é necessário esmagar os palestinianos para depois negociar com o que deles restar".

Johnny Drake disse...

Os "caçadores de anti-semitas" conseguem fazer-me rir de tanta ESTUPIDEZ!!!!!
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

Não há pacência! Para essa gente TUDO é "anti-semitismo"!!!

Stefano disse...

vamos devolver na mesma moeda!! vamos censurar tudo ke seja "anti-revisionismo"

Stefano disse...

O sionistas hipocritas em ação!!


http://holocaustobr.blogspot.com/2010/03/miriam-leitao-livre-na-cbn.html


PERGUNTO: E SE LULA COMPARASSE OS REVISIONISTAS PRESOS A PRESOS COMUNS... A MIDIA DIRIA A MESMA COISA??

POIS É... PRESOS DE CONSCIENCIA EM CUBA É UM ESCANDALO...
JÁ PRESOS POR QUESTIONARAM O "HOLOCAUSTO".. NAO...

Stefano disse...

o blog ke condena Cuba é o mesmo ke defende censura do revisionismo!
http://holocaustobr.blogspot.com/2010/03/revisionismo-do-holocausto-e-odio-aos.html

Stefano disse...

Imaginem se alguem defendesse a punição de opositores do comunismo por pregarem "anticomunismo"...."crime de odio contra os comunas" etc.

Imaginem se alguem defendesse a punição de opositores do islamismo
por pregarem "antislamismo"...."crime de odio contra os islamicos" etc.